Produtos da Lush que não recomendo


Já falei várias vezes da Lush, gosto imenso dos produtos e da sua política sustentável: têm imensos produtos nus (sem embalagem), usam materiais reciclados e aceitam a devolução da embalagem de alguns produtos.

Neste caminho em direcção ao zero waste tenho experimentado várias coisas novas, duas delas foram o condicionador de cabelo e o desodorizante, ambos em barra.

Quanto ao condicionador, nas primeiras utilizações achei que era demasiado duro e por isso bastante difícil de aplicar no cabelo. Era necessário fazermos várias passagens no cabelo. Com o tempo foi derretendo na lata e agora é difícil de usar pela razão contrária, desfaz-se e de cada vez que usamos acabamos por utilizar uma grande quantidade, portanto não fiquei fã.

Estado do condicionador neste momento


Alternativas: usar vinagre de cidra ou comprar condicionador a granel (no norte há na Raw comida & granel em Matosinhos).


Experimentei também o desodorizante sólido T'EO:
Mantém sempre  a consistência, mas é demasiado áspero! Arranha mesmo a sério! Para além disso, em cada utilização vai fazendo alguma porcaria, porque larga imensos pedacinhos, pois não é cremoso, nota-se mesmo o bicarbonato de sódio em pó. Quanto à eficácia pareceu-me que protege bem contra os maus cheiros, mas não acredito que funcione para práticas desportivas intensas. Como tenho que o acabar de gastar vou alternando com um que ainda tenho em casa. O facto de ser branco e ter esta consistência em pó também não ajuda com a roupa preta. Convém deixar a pele absorver e depois vestir a roupa.

Alternativas: receita caseira (que só uso no inverno, pois no verão não é suficiente, pelo menos para mim), desodorizante ecológico (organii, sapato verde, lojas celeiro, ecoescolhas, circulobio).
Estou tentada a experimentar estes da Circulobio em embalagem de vidro (vidro é sempre melhor do que plástico). Alguém já usou?


Etiquetas: