Uma lavandaria um pouco mais vazia

Os flashbacks são, como o próprio nome indica, um regresso ao passado.
Foi por volta de Novembro de 2011 que comecei a ler sobre minimalismo e que transformei literalmente a minha vida!
Na altura não tinha blog mas escrevia numa espécie de diário.
Quando criei o blog, um ano depois, recuperei alguns desses textos para te inspirar a fazer o mesmo. Espero que gostes!

A minha lavandaria é um espaço pequeno ao fundo da cozinha, onde tenho a máquina de lavar roupa, os estendais e o cesto da roupa suja.

Apesar de pequeno, este espaço já esteve bem mais cheio do que está agora!

Junto à máquina (quando não tinha espaço nos armários), já tive detergente da roupa, amaciador e lixívia de cor. Destes 3 produtos, passei só a usar detergente para a roupa, que guardo num armário (para já ainda tenho 2 embalagens de detergente “normal” mas quando acabar vou fazer/comprar um natural).

O cesto das molas já esteve em cima da máquina, agora também cabe no armário. Para além das molas que tinha no cesto, ainda tinha uma embalagem extra de molas (acho que houve uma altura em que comprava tudo a mais, não sei porquê?!). A embalagem estava mesmo por abrir, por isso dei-a.

A vassoura, as 2 mopas (uma para o chão e outra para azulejos), a esfregona e o balde já estiveram na lavandaria, mas desde que comprei o cabide para trás da porta da cozinha que consegui pendurar quase tudo. O balde coube no armário por baixo da banca, que antes estava cheio de produtos de limpeza e agora está praticamente vazio! Quanto à mopa para azulejos disse-lhe adeus, pois a outra mopa dá perfeitamente para tudo!

Também já tive dois cestos para para recolher a roupa (eu não disse que tinha tudo a duplicar...). Consegui dar um.

Aproveitei ainda para recuperar algumas coisas que já não estavam em perfeitas condições...
Os 2 estendais (de montar) estavam a ficar com um pouco de ferrugem nos pés (de resto estavam novos). Arranjei fita isoladora da mesma cor e cobri a ferrugem. Ficaram como novos. Agora quando coloco no estendal roupa lavada à mão (que vai largando bastante água), penduro-a o mais afastada possível dos pés e assim previno o aparecimento de ferrugem!

Então, o que resta na lavandaria?
Às vezes confesso que me ponho a pensar nos cestos (o de recolher a roupa e o da roupa suja)...
Já várias vezes que recolhi a roupa, dobrei e arrumei logo nos respectivos sítios, sem precisar do cesto. Mas muitas vezes o cesto também dá jeito para transportar mais roupa. O que acham, o cesto é necessário ou não? (a minha casa não é grande e nem tem escadas).

E quanto ao cesto para colocar a roupa suja, será que faz assim tanta falta na lavandaria?
Num dos wcs já tenho um cesto para a roupa suja (está embutido no armário). É pequeno e não dá para tudo, mas verdade é que também é usado.
Na lavandaria a máquina de lavar a roupa pode bem ter o efeito do segundo cesto, ou não?

Ter dois cestos de roupa suja (em diferentes divisões da casa) é assim tão útil (tendo em conta que somos apenas dois...)?

Etiquetas: ,