Destralhar precisa-se!

30 janeiro 2017

Já tinha saudades de destralhar a sério!

O caos que reinava cá em casa serviu-me de inspiração e pus mão à obra! 
Quando temos a casa suja ou desarrumada devemos aproveitar para fazermos algumas perguntas "Como é que isto ficou assim?", "terei demasiadas actividades na minha vida? O que devo eliminar?", "Posso pedir ajuda a alguém?", "O que dá mais trabalho a limpar/arrumar?", "O que posso eliminar e que não faz alta?". À medida que ia limpando ia-me questionando e separando algumas coisas. Como não tive tempo de limpar e arrumar tudo o que queria (afinal a casa também não ficou toda desarrumada em algumas horas), fui apontando as áreas que queria arrumar e o que fazer em cada uma delas. O objectivo é ir fazendo aos bocadinhos durante a semana.
A roupa é sempre o mais fácil, à medida que ia tirando roupa no armário para vestir, tirava mais uma peça para dar ou vender. Separei várias peças que queria vender para depois tirar fotografias. Com a aplicação do OLX escrevi rapidamente os anúncios e adicionei as fotos.
No final, fiquei com dois sacos: um com roupas para dar e outro com roupas para vender.

Na cozinha, tenho um armário que é utilizado apenas para guardar coisas que quero dar/arranjar, caixas para usar em envios pelo correio, etc. Aliás devo dizer que o estilo "zero waste" veio contribuir um pouco para o excesso de tralha, porque agora tento certificar-me ao máximo que tudo tem o seu destino correcto e não gosto de deitar coisas ao lixo só porque sim (mesmo que seja para a reciclagem). Então aquilo que tento fazer é guardar algumas coisas durante algum tempo, tentar ver se alguém precisa ou se eu vou precisar e passado algum tempo acabo mesmo por colocar na reciclagem.
Também costumo ir colocando nesse armário utensílios de cozinha que têm pouco uso. Já aconteceu voltar a ir buscar alguns, mas a maior parte permanece mesmo no armário. Então reuni tudo aquilo que não uso (utensílios, copos, frascos, naprons...) e coloquei num saco para dar. 
Através do grupo do lixo zero descobri uma pessoa que costuma ajudar famílias carenciadas e juntei todas as coisas que tinha para dar. Confesso que ainda me surpreendo com a quantidade de coisas que tenho a mais:

Os sacos aqui até parecem mais pequenos mas acreditem que eram mesmo enormes!

Fiquei feliz por ganhar mais espaço, mas sobretudo por poder ajudar alguém.

Na sexta de manhã antes de ir trabalhar ainda consegui arrumar a mesa que tenho ao lado do sofá. Digamos que funciona como um mini escritório. É aqui que coloco as facturas que depois serão usadas no IRS, os livros para colorir, o meu bloco de notas de yoga/workshops/cursos, folhas de rascunho e também onde tenho os livros que estou a ler no momento.

Antes

Coloquei tudo em cima da mesa de jantar para ser mais fácil separar e organizar

Limpei a mesa/gaveta

Arrumei apenas aquilo que quero mesmo manter
Em cima coisas para dar (livros, blocos, canetas); abaixo papéis para reciclar. Os próximos livros para ler foram arrumados na estante

Fiquei super feliz com o resultado! Estava mesmo a precisar de organizar este cantinho. Por mais que tenhamos cuidado para não acumular e para manter as coisas organizadas, é normal que as coisas descarrilem... Por isso de vez em quando é preciso voltar aos mesmos sítios e fazer tudo de novo.

E no sábado ainda arrumei o armário do meu cão. Pois é, os animais também acumulam muitas coisas. Mas aqui confesso que não posso arrumar com ele por perto, porque não quer livrar-se de nada! Basta pegar num brinquedo velho que quer logo brincar com ele! Então separei um colchão e um saco com brinquedos. Vou entregar num canil/instituição que apoia animais.



4 comentários:

  1. A parte do cão percebo bem. Eu não posso destralhar nada com os meus filhos/marido à vista, hahaha :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Hahaha então o meu cão é mesmo como os teus filhos e marido. É só aproveitar quando eles não estiverem em casa. nessa altura atacas :) Desde que eles não se chateiem com isso claro. O que faço muitas vezes é guardar coisas que não uso, quer para eu ver se sinto falta quer para ver se o meu marido dá conta. Passado algum tempo se nenhum dos 2 sentir falta dou. Quando ele pergunta por algo eu digo: "isso? já dei há mais de 1 ano e antes estava guardado e tu nunca deste pela falta por isso não precisas". Claro que faço isto com coisas da casa. em relação às coisas só dele ajuda muito arranjar um motivo, por exemplo, sobre as coisas que falo neste post disse-lhe mesmo "vamos ajudar famílias carenciadas e por isso preciso que vejas a tua roupa, sobretudo coisas quentes que é aquilo que faz mais falta no inverno". Foi óptimo, porque ele fez tudo direitinho! :)

      Eliminar
  2. Acreditas ou não, fazer estas limpezas e tirar o que não precisamos tornou-me parte da minha rotina, estou constantemente a tentar não acumular :p

    Beijocas,
    ANDA DAÍ!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Sofia, que bom! Qualquer dia já não vais ter coisas para dar :)
      Beijinho

      Eliminar