On my way to zero waste #2

08 agosto 2016

Não se reduz drasticamente o lixo produzido de um dia para o outro. Tal como no minimalismo, é um caminho diário. Poderemos ter em mente o objectivo final, mas não se trata de uma corrida. 
Quando descobri o minimalismo e quando me tornei vegan fiz uma lista com as várias coisas que queria mudar e o que quereria fazer em cada uma delas. 
Por isso esta pareceu-me igualmente a melhor forma de começar este desafio em torno do movimento zero waste.
A lista ainda está a ser a feita, pois vou fazendo um bocadinho cada dia à medida que vou vendo o lixo que vou produzindo. É incrível a quantidade de lixo que produzimos diariamente e nem damos conta da maior parte! O facto de tomarmos consciência já é óptimo. Acredito que depois dessa tomada de consciência é impossível ficar indiferente!

Enquanto ia fazendo a lista resolvi reorganizar novamente a cozinha, retirando tudo das embalagens para perceber os frascos que tinha em casa e aquilo que estava em falta.

Acabei por descobrir que tinha mais coisas em casa do que pensava! 
Queria comprar mais latas para chás e descobri que podia usar uma embalagem de chá que está quase a acabar (em papel) e que pode ser reutilizada. Voltei a colocar as especiarias no armário em cima do fogão e usei a caixa onde elas estavam para cebolas/alhos/batatas e já não precisei de comprar.
Consegui colocar praticamente tudo nos frascos que tinha, que reaproveitei de produtos que fui comprando.

Aqui ficam algumas fotos da reorganização da despensa:

Tanto plástico! Quando viro as especiarias em frascos, faço-o dentro do wok para aproveitar tudo o que não cai no frasco.
Despensa: Antes

Despensa: Depois (ficou apenas uma prateleira com embalagens)


Para as compras a granel, necessitava de comprar sacos em tecido, mas lembrei-me que podia usar os sacos das Melissas que usava para guardar a roupa nas malas/mochilas em viagem. Lavei muito bem os sacos e várias vezes e ficaram prontos a usar!



Podemos ainda ver se alguns familiares têm coisas que se usavam antigamente, como sacos em tecido para pão, guardanapos e lenços de pano, etc. Eu consegui trazer várias coisas de casa dos meus pais.

Entretanto aproveitei também para comprar algumas coisas que estavam em falta: 2 frascos em vidro, 2 caixas de vidro para guardar comida e uma garrafa para o leite vegetal caseiro, tudo na Ikea.


E já devem ter reparado ali ao lado no ícone “Zero Waste bloggers”, uma comunidade de bloggers que seguem este estilo de vida ou que estão a iniciar (como é o meu caso). É uma forma de haver maior partilha e de descobrir ainda mais sobre o assunto.

Deixo duas dicas para começar já a reduzir o lixo:

  1. colocar um autocolante na caixa de correio que indique que não pretendem receber publicidade endereçada. Tentei pedir nos correios mas não tinham, por isso imprimi e colei com papel autocolante (se todos fizermos isto, as empresas irão perceber que não vale a pena estarem a imprimir kilos e kilos de papel). Ainda não tinha feito isto antes e também aceitava sempre publicidade na rua porque geralmente são miúdos que fazem estes trabalhos e precisam do dinheiro. Ficava com alguma pena confesso. Mas pensando bem, se deixarmos de alimentar este tipo de actividades, certamente que haverão outros empregos mais interessantes e sem este impacto ambiental.
  2. utilizar as cascas dos vegetais, restos de comida e borra de café para fazer compostagem. Eu não faço compostagem, até porque depois não tinha onde usar, mas guardo o lixo da semana em frascos (costumo encher 2 destes por semana) e depois entrego a quem utiliza. Podem perguntar a quem tenha hortas em casa ou mesmo aos agricultores de produtos biológicos.


22 comentários:

  1. Que desafio viu! é um longo caminho,ainda mais pra quem ão mora sozinha e tem que convencer as pessoas a entender..ate agora só consegui separar o lixo mas não posso desistir..

    www.mundominimalistablog.wordpress.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É mesmo um grande desafio! E com família maior ainda, concordo plenamente! Mas vou tentar focar-me nas minhas coisas e naquelas que acabo por controlar mais (como limpezas, comida...)

      Eliminar
  2. passa la no meu blog tem uma reflexão sobre a tv "Eu odeio tv,ela me tira a vida"
    beijo

    ResponderEliminar
  3. Ola Ana, adoro as tuas dicas. Beijinho grande

    ResponderEliminar
  4. Cara Ana, tenho vindo a acompanhar o seu blog e creio que me poderá ajudar. Ou, pelo menos, venho tomar a liberdade de lhe pedir uma sugestão.
    Desde já peço desculpa pois a minha questão não vem a propósito do tema do post.
    Quero destralhar o escritório. Tenho livros e revistas que não me dizem nada mas não os queria deitar fora pois podem ser úteis a alguém.
    Coloquei alguns à venda mas, talvez porque são muito específicos numa determinada área, não têm havido interessados.
    Que destino lhes poderei dar? Alguma biblioteca, instituição, etc?
    Sou da zona do Porto.
    O que faria no meu lugar?

    Muito obrigada :)
    Carmen

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Carmen, sem dúvida falar com a biblioteca da sua zona ou várias, indicando os livros que tem e se estariam interessados.

      Eliminar
  5. Olá minha querida!
    Vejo que caminhamos na mesma direçao:) Um dos meus objectivos que tracei para este ano foi reduzir a quantidade de lixo aqui em casa. As dicas que aqui nos deixa já as sigo cá em casa, entre tantas outras. Ando a empenhar-me mais é em reduzir os plásticos, pois a maior parte dos produtos vêm em embalagens de plástico. E para a mãe natureza o plástico é terrível. Mas vamos com calma, o caminho é longo e é devagar que se chega ao longe.
    Obrigada pelas imagens e palavras de incentivo, afinal caminhando juntas torna-se mais fácil.
    Beijinhos!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Catarina, pois os plásticos! Lá chegarei, mas para já posso dizer-te três formas fáceis de reduzir: comprar a granel e usar os nossos sacos/frascos; preferir embalagens em papel ou fazer o produto em questão em casa.
      Quando o meu Excel estiver pronto, partilho. Quem sabe se não consegues tirar de algumas dicas?
      Beijinho grande

      Eliminar
    2. Sim querida partilha , eu agradeço-te muito por isso, e por todas as dicas que aqui dás! Afinal caminhamos juntas na mesma direção! Beijinho enorme e boa semana!

      Eliminar
  6. Brilhante a ideia do wok. Parabéns! Bjs.

    ResponderEliminar
  7. Que boa inspiração Ana, tenho tentado reduzir o desperdício que se faz cá em casa mas é um caminho nem sempre fácil, estamos tão rodeados de lixo, plástico e embalagens por todo o lado! Mesmo as lojas onde se compra a granel, são raras as que não nos "obrigam" a trazer mais plástico, mais lixo para casa! Vai partilhando mais dicas, que fico sempre contente com novas ideias, adorei a do wok para aproveitar as especiarias, vou começar a fazer também! :) Quanto ao reaproveitamento de frascos de vidro sou mestre, acho que já nem tenho é sítio para os pôr eheh mas dão sempre jeito :)

    beijinhos*

    ResponderEliminar
  8. Olá Ana! Tão bom seguir esta tua luta de perto! :)

    Por aqui também se reduziu o plástico. Ainda não fui à loja de Matosinhos que falaste, mas também planeio começar a comprar em granel. A última vez que comprei quinoa, já foi em granel e lembrei-me logo de ti!

    A despesa já está toda em frascos de vidro (ou quase), e tenho pensado muito melhor nos ingredientes a comprar. A última vez que comprei amêndoas também foi a granel :) Aproveito para te dizer que no Parque da Cidade do Porto ao sábado de manhã tens um mercadinho biológico muito interessante! :)

    Fico a aguardar mais novidades tuas, com entusiasmo! Força!!

    Beijinhos <3

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Mariana, obrigada pelo incentivo :) Tu já fazes montes de coisas em prol do ambiente, por isso é continuar ;)
      Beijinho

      Eliminar
    2. Olá! aproveito para sugerir uma alternativa ao marcador no frasco de vidro (apesar de lavável, também tem a sua pegada ecológica, e deve ser poluente ao sair nas lavagens, caso vá a lavar), e também uma alternativa à etiqueta colada que também irá sair na lavagem. Lembrei-me duma fitinha de ráfia com etiqueta em cartão/papel. Pode retirar-se para a lavagem.
      Fica a sugestão!
      obgda!

      Eliminar
    3. Olá, obrigada. Óptima sugestão. Podes colocar todas as sugestões aqui https://docs.google.com/spreadsheets/d/1-xa1U1KsEuwkUJ1WN_OBJcDtPrVwsXB0ihe1ST929uY/edit?usp=sharing (o ficheiro está partilhado)

      Eliminar
  9. Respostas
    1. Esta tua dica já acrescentei, onde falo do marcador, mas podes acrescentar outras se te lembrares ;)

      Eliminar
  10. Ola Ana :D

    Sou nova aqui por estas bandas! Estou a adorar o blog. Muito bom e bastante util! Com este post lembrei me deste video sobre organizar a despensa, da Micaela Goes. Espreita se puderes. Bjocas

    http://gnt.globo.com/programas/chama-micaela/videos/5268347.htm

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Renata, muito obrigada :)
      Eu adoro a Micaela e gostei muito do video.
      Beijinhos

      Eliminar