História dos leitores: Evelyn

15 junho 2016

Na rubrica "Partilha a tua história" irei publicar textos enviados pelos leitores que já simplificaram as suas vidas. Não há nada melhor do que nos inspiramos com outros exemplos de pessoas que mudaram as suas vidas para melhor! Acredito mesmo que uma vida mais simples é uma vida mais feliz :)

Me lembro bem quando criança e adolescente, nunca gostei muito de comprar roupas, sapatos, etc. Nunca usei maquiagem até os 18 anos, se não me engano. E era sempre uma luta quando tinha algum compromisso que precisasse de algo novo pra usar, minha mãe quem tinha de trazer roupas de alguma loja e torcer pra que eu gostasse de alguma. Até hoje sou meio assim, hoje também pela questão financeira, é verdade, mas não sou muito adepta a comprar roupas, sapatos e outras bugigangas haha... 

Até minha filha nascer em 2012 me considerava uma pessoa muito organizada. Mas aí, filho vira a gente de cabeça pra baixo, né? Descobri a gravidez tardiamente, com 5 meses e tive apenas 3 meses para organizar minha vida inteira... sim, porque com a chegada dela, veio montar uma casa, o enxoval, largar a faculdade, começar a trabalhar. 

Ia "levando" a vida, acumulando muitas coisas, não dando conta da limpeza da casa, minha alimentação ficou horrível com a falta de tempo para preparações mais elaboradas, meu corpo mudou e eu me via num emprego que precisava para suster a família que agora estava formada mas que não me motivava. 

E então buscando soluções, encontrei o Vida Organizada, da Thais Godinho. Lá encontrei o método FlyLady, que pus em prática em casa "nos mínimos detalhes". E desde então, me apaixonei em organização e - lógico - minimalismo. Já não uso o FlyLady em tudo em casa, fui moldando o que era melhor pra minha família, e já colho muitos frutos... meu esposo se empolgou com o Fly e ele mesmo fala sobre não acumular (ainda que seja um comprador compulsivo). Minha filha tem aprendido que mais que ter, melhor ser... e se é pra ter, que o melhor ter seja o "ter uma família". 

Minha vida profissional também colheu frutos dessa escolha. Passei em uma nova faculdade, que amo de paixão e tem também a ver com esses conceitos (Administração). Hoje sou profissional da área de RH e coordeno uma equipe de 25 pessoas. Olhar pela qualidade de vida deles é um modo minimalista de fazer bem ao mundo que me cerca.

Amo minha família, amo minha profissão, amo minha faculdade, amo minha casa. E isso tudo num modo simples de ser.

Sem comentários:

Enviar um comentário