Go slowly: ser turista na própria cidade

27 junho 2016

As “go slowly” são pequenas dicas que podemos implementar no nosso dia-a-dia que nos permitem viver de forma mais lenta, relaxada e feliz. Fazem-nos ver a vida de outra forma e ensinam-nos a valorizar as pequenas coisas. Vamos a mais uma dica?


Com a correria do dia-a-dia esquecemo-nos de visitar locais especiais que a nossa cidade ou o nosso país nos oferecem e sempre que estamos de férias viajamos para fora.

No workshop falávamos sobre isto mesmo e percebemos que algumas pessoas que eram da zona do Porto não conheciam o jardim botânico (eu incluída!). O jardim é lindo! Como é que eu nunca tinha lá ido! E falamos precisamente sobre isto, sobre o ser importante conhecermos a nossa cidade e aproveitarmos aquilo que ela nos dá.

Por isso, que tal sermos turistas na nossa própria cidade por um dia?


Foi mesmo isso que fiz no dia do workshop. Depois do almoço parti com a minha família numa aventura de tuk tuk. Nunca tinha andado e adorei! O tuk tuk só poderia ser eléctrico, pois claro. Fizemos o percurso "Porto Barroco" e tivemos um guia fantástico. Adorei passar em ruas super estreitas (juro que não sei como conseguimos passar em muitas delas!), dizer adeus a toda a gente, filmar e tirar muitas fotos!
Sentimo-nos uns verdadeiros turistas e ficamos a saber imensas coisas que não sabíamos sobre o Porto!





Já alguma vez foste turista na tua cidade?

6 comentários:

  1. Mesmo quando vivia no Algarve, muitas vezes pegava na câmara e ia fotografar a minha terra. Descobria sempre algo novo :)

    Agora em Lisboa faço o mesmo, ainda na semana passada fomos andar no mítico eléctrico 28!! Mais turista impossível :)

    Qualquer desculpa pra sair de casa e explorar está ótima pra mim!
    Adoro o Porto e ainda não fui ao jardim botânico daí, mais uma desculpa fabulastica para ir até aí

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boa Marta, é isso mesmo! Outra coisa que tenho que fazer: andar de eléctrico! Parece estranho mas nunca andei (pelo menos que eu me lembre!). Tens mesmo que vir conhecer o jardim botânico, é lindo de morrer :)
      Beijinho

      Eliminar
  2. Adoro a sugestão :) É a melhor maneira de conhecer o local onde vivemos e até de descobrir sítios e recantos que de outra forma não se conheceria.
    Alguns desses locais que falas conheço, mas mesmo como turista, que eu não sou do Porto. Tenho pena de não conhecer o Jardim Botânico do Porto :( tenho que voltar aí para descobrir mais uns locais.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Catarina, mais uma razão para vires cá :) Vais adorar!

      Eliminar
  3. Adorei o post Ana!Eu sou do distrito do Porto e o conheço a cidade relativamente bem, mas no verão passado resolvi fazer mesmo turismo à séria (por um dia), passeio de barco pelas pontes, ribeira, baixa da cidade, mas num dia apenas é dificil percorrer todos os recantos mágicos da cidade! este ano planeio fazer o yellow bus, com paragens bem planeadas!
    Agora vivo na Madeira e o Funchal é uma cidade em que gosto de fazer "turismo" e não é que me confundem sempre! não fosse a máquina fotográfica em punho!Já agora, ou visita assídua no seu blog e tenho tirado tantas inspirações para uma viva mais espartana mas tão mais feliz!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada :) Fico feliz! Espero que o blog a continue a inspirar! Beijinho*

      Eliminar