Como destralhar e organizar sapatos

20 maio 2016

O vício das melissas
Desde que vivo nesta casa (há cerca de 6 anos) que sempre quis ter todo o calçado no armário da roupa devidamente exposto, sem caixas.

Para além de contribuir para uma maior durabilidade dos sapatos (os meus sapatos pouco usados ficavam sempre com bolor), conseguimos ter uma visão geral de todos eles, sendo mais fácil decidir o que calçar e finalmente, é super prático pegar nos sapatos quando queremos usar.

Desde há 6 anos que este desejo era praticamente impossível de se concretizar, sobretudo porque o n.º de sapatos ia aumentando e não diminuindo!

Ao longo da minha vida (não contando com a infância) penso que tive no máximo 30 pares e no mínimo 4/5 pares. Sim, já tive muito poucos pares de sapatos quando andava na faculdade, mas como contei no post "Destralhar roupa e sapatos com o método konmari - parte I" quando mudei totalmente o meu estilo adquiri imensos sapatos! Costumo dizer que queria recuperar os anos perdidos! Afinal dizem que as mulheres são loucas por sapatos e eu não conseguia perceber porquê! Até descobrir as melissas em 2007!
Sempre que podia lá comprava mais um par. E quando estavam em saldo então eram a minha perdição!

Entretanto descobri o minimalismo e as melissas foram sempre o meu tendão de aquiles!

Felizmente consegui ultrapassar essa obsessão com o projecto 333 e o armário cápsula.

De algum modo estes projectos dão alguma racionalidade às roupas e ao uso que fazemos delas. Como sou bastante racional, preciso geralmente de explicações para tudo e de encontrar uma lógica nas coisas, então resolvi o meu problema desta forma.

Mas chega de teoria e vamos à prática.

Depois dos posts passados e de ter conversado com uma amiga surgiu a ideia de tirar uma foto a todos os meus sapatos sem caixas (obrigada S. pela ideia maravilhosa!)

Realmente não há melhor do que reunir todos os nossos sapatos num só espaço. Já achava que eram muitos, quando estavam guardados em caixas, mas assim lado a lado fiquei com outra percepção: 21 no total!

21 pares de sapatos
(faltam aqui as pantufas e os chinelos que uso em casa no inverno e no verão respectivamente)

Neste momento guardo os sapatos em 2 sítios: no armário da roupa, guardo todos os sapatos e botas, e no armário da entrada: 2 pares de ténis de desporto. Guardo-os aqui porque quando vou caminhar com o meu cão é muito mais prático calçá-los logo ali do que ter que ir ao quarto buscar (também tenho aqui as pantufas e chinelos de andar por casa, pois mal chego a casa descalço-me). 

Então depois de alinhar todos os meus sapatos, fiz uma análise. Aquilo que concluí é que tenho sapatos diferentes/originais e que depois são um pouco difíceis de conjugar com a roupa.

Aproveitei para limpar todos os sapatos e observar com atenção o estado de todos. Acabei por dar uns pretos (os que estão ao lado dos amarelos) pois já não estão assim em tão bom estado (têm umas partes bastante gastas). Como os uso para o trabalho, não acho que estejam em condições, por isso coloquei para dar.

Depois resolvi fazer a experiência de guardar os sapatos sem caixas no armário. Nunca tinha feito isto precisamente por ter uma grande quantidade! Confesso que não tinha qualquer intenção de os deixar assim arrumados, era mesmo só uma experiência...

Se colocasse os sapatos lado a lado de frente conseguia arrumar 2 filas de sapatos com 5 pares em cada uma. Então coloquei um sapato de frente e outro ao contrário e alguns ainda de lado. Consegui assim arrumar 12 pares. Escolhi aqueles que uso mais e aqueles que posso usar nesta altura do ano.

Quando percebi que até ia conseguir arrumar os sapatos no armário fiquei tão feliz que não queria acreditar (realmente às vezes ficamos felizes com cada coisa!).

O que ficou de fora? (por momentos pensei "E se só pudesse ficar com 12 pares, quais escolhia?" Confesso que me custou bastante decidir! Lá está o apego! Mas foi só um exercício mental, irei manter todos por várias razões: bom estado, conforto, serão usados quando tiver mais calor ou no inverno):
  • Melissas bronze (verão) --> ainda não está assim tanto calor, podem ficar na caixa 
  • Sandálias castanhas (verão) --> ainda não está assim tanto calor, podem ficar na caixa
Estes dois pares ficaram na mesma caixa, pois só uso nas férias e fins-de-semana.
  • Sandálias melissa pretas (são novas) (verão) --> ainda não está assim tanto calor, podem ficar na caixa
  • Melissas amarelas de veludo (outono/inverno) --> guardei no topo do armário porque não se adequam à estação actual
  • Melissas pretas e altas de veludo (outono/inverno) --> guardei no topo do armário porque não se adequam à estação actual
  • Melissas altas (para ocasiões especiais) --> guardei no topo do armário, porque uso poucas vezes
Resultado final: parte de baixo do armário

Resultado final: topo do armário

E assim consegui arrumar todo o meu calçado, quase sem caixas!

Caixas que sobraram: 12

Aproveitei para limpar todas as caixas de tecido da ikea com detergente caseiro e um pano e guardei-as num armário da cozinha onde já tenho mais algumas destas.

As caixas de sapatos em cartão são um óptimo material de organização, por isso, depois de as limpar, usei as caixas mais bonitas para guardar algumas coisas (coloquei a tampa por baixo para ficarem mais estáveis/resistentes):

Caixa dourada com itens do WC

Caixa verde com os livros de culinária na cozinha

E desse lado quem era ou é viciada em sapatos?

E alguém utiliza caixas de sapatos para organizar?

11 comentários:

  1. Ola Ana, eu não sou viciada em sapatos mas sim em Havaianas e semelhantes. Adoro chinelos de dedo, se pudesse andava sempre assim. Mas tendo eu também andado a destralhar desde há já algum tempo, neste momento, só tenho 4 pares. Quanto a roupa também tenho pouca, é uma sensação de leveza...Sempre fui muito acumuladora, mas felizmente aprendi a ser minimalista em tudo...Foi das melhores coisas. Beijinhos e bom fim de semana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Cláudia, então compreendes-me :)
      Ainda bem que descobriste o minimalismo também!
      Beijinho

      Eliminar
    2. Como te compreendo Ana... Beijinho

      Eliminar
  2. Olá Ana!
    As fotos são giras realmente, vou tentar fotografar mais.
    E sim, era um bocadinho viciada em sapatos... tão bonitinhos, assentam sempre bem, fazem toda a diferença num look, as promoções... A sociedade de consumo está feita para isso. Considerar tipicamente feminino ser doida por sapatos é considerado normal e valida o impulso da compra.
    Falaste na coleção de melissas. É muito interessante pensar nesse conceito de colecionar. Também é uma forma de validação, não achas?

    beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Talvez tenhas razão, não tinha pensado nisso dessa forma!
      Mas é engraçado porque nunca gostei muito de colecções!
      Beijinho

      Eliminar
  3. Ana, que inspiração!... cada vez que leio um post teu penso para mim mesma "Bem, tenho mesmo de começar a organizar-me e a minimizar o que tenho lá em casa". Como sabes, tenho uma ligação emocional às coisas que ainda não consegui ultrapassar (ou será enfrentar??) mas tenho essa vontade e dizem que isso é meio caminho andado para as coisas acontecerem, certo? (diz que sim, please!!)
    Beijinho e bom fds ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Sofia, se tens essa vontade é muito bom sinal! E por tudo o que escreves no teu blog nota-se que das pouca importância às coisas materiais, portanto diria que estás no caminho certo. Quando estiveres preparada assim acontecerá :)

      Eliminar
  4. Bom dia minha querida!
    Não querendo ser repetitiva não tenho como deixar de te dizer que és uma inspiração!
    E ler-te é sem dúvida um prazer!
    Estes teus últimos 3 posts fizeram-me um bem desgraçado. E embora a palavra destralhar faça parte de mim desde que me conheço, últimamente tenho levado a coisa ainda mais à séria. E sinto-me cada vez melhor com menos:)
    (Tal como tinha dito na minha folga o meu closet levou uma volta enorme, e soube-me tão bem1!!!)
    beijinho grande e bom fim de semana.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá querida Catarina :) essas repetições sabem sempre muito bem! Muito obrigada :)
      Espero realmente que te sintas mais feliz e mais leve 😊
      Fico mesmo feliz quando sinto que a minha missão também passa por aqui!
      Beijinho é bom fim‑de‑semana

      Eliminar
  5. Efetivamente, as caixas atrapalham. Eu faço sempre os possíveis para sair da sapataria (quando tenho mesmo de comprar alguma peça de calçado) sem as caixas, para depois não ter de lidar com elas em casa.
    E, quando as trago, é porque sei que me vão dar jeito para organizar uma gaveta. Isto acontece sobretudo com as caixas do calçado dos miúdos, que são maneirinhas para manter as meias organizadas dentro das gavetas.
    Adorei esta série de destralhamento de roupa e calçado, Ana. O que tens guardado para nós a seguir? ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu sempre trouxe as caixas pois de facto não tinha outra forma de guardar os sapatos. A partir de agora nunca mais trago as caixas com os sapatos que comprar :)
      A seguir espera-se um post sobre os itens do meu armário cápsula e mais algumas dicas ;)

      Eliminar