O minimalismo e o auto-conhecimento

05 abril 2016

Apesar de sempre me ter interessado por temas relacionados com psicologia, desenvolvimento pessoal e auto-conhecimento, foi sobretudo com o minimalismo que comecei realmente a conhecer-me melhor.

Os momentos de auto-reflexão são mesmo muito importantes. Afinal só se nos conhecermos realmente bem é que vamos poder fazer escolhas mais acertadas, de acordo com aquilo que realmente gostamos, só assim seremos mais felizes, mais autênticos.

Com o corre-corre do dia-a-dia muitas vezes isto é esquecido. Lá temos tempo de falar connosco! Quase não temos tempo para falar com os outros! Pois é, mas não pode ser, temos que arranjar esse tempo. Tenta, pelo menos, encontrar 10 ou 15 minutos por dia em que te dediques só a ti. Pode ser a praticar desporto, pode ser a tomar um banho relaxante, pode ser a meditar, a ler. O importante é aproveitares esse tempo para parares e pensares um bocadinho sobre a tua vida, sobre ti.

Não quer dizer que logo nas primeiras tentativas vás descobrir tudo sobre ti e elaborar uma teoria fantástica, nada disso. O importante é que o vás fazendo de forma consistente, um bocadinho todos os dias. Acredita que passado algum tempo, tudo começará a fazer mais sentido e já não te sentirás tão perdida(o).

Se arranjares um tempinho para escreveres todos os dias também é muito bom. É uma forma de te conheceres melhor, de treinares a escrita, de pensares sobre os teus dias… Adoro escrever! Faz-nos tão bem à alma :)


Deixo aqui algumas para te fazer pensar:

Se pudesses mudar alguma coisa na tua vida, o que mudavas? Assim rapidamente, sem pensares muito.

O quê que te deixa super feliz?

Se pudesses trabalhar no que quisesses, o que escolherias?

Quais foram os melhores momentos da semana passada? E de hoje?

Mais algumas perguntas aqui.

Recomendo algumas ferramentas se quiseres explorar este assunto:


Estarmos atentos ao que nos rodeia também é importante. Perceber o que sentimos, explorar as nossas emoções e reacções. Isso só é possível desenvolvendo uma atitude de awareness:

http://zenhabits.net/balance/


Este caminho do auto-conhecimento não termina, não tem meta. Por isso, devemos embarcar nesta viagem sem medos, sem objectivos e simplesmente seguir, aprendendo mais sobre nós mesmos e sobre os outros. 

O auto-conhecimento permite-nos desenvolver o amor-próprio, ter mais consciência das nossas limitações e potencialidades. Isto ajuda-nos imenso quando queremos implementar mudanças na nossa vida e novos hábitos.


créditos imagem | unsplash.com

5 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  2. Adorei este post =)
    Ja vivo uma vida minimalista a quase 3 anos e foi a melhor opção de vida que alguma vez fiz.
    Foi difícil no inicio, mas agora vivo uma vida bastante mais calma e serena, com possibilidade de apreciar tudo a minha volta de uma melhor maneira.

    Sophie.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Sophie, obrigada :)
      Fico muito feliz por ti, sem dúvida que uma vida minimalista é o melhor caminho para vivermos uma vida mais calma e mais feliz
      Beijinho*

      Eliminar