A vida simples e feliz por aqui…

01 junho 2015




Estive muito tempo afastada do blog e ainda não consegui perceber bem porquê…. Até fui escrevendo algumas coisas mas depois não as finalizei devidamente para as poder publicar.

Tenho descansado muito (mesmo muito!) e tenho sentido esta necessidade de estar desligada de tudo.

Posso dizer-te que estou mais tranquila do que nunca! Não sei se foi algum clique, se foi da idade, se foi da mudança de estado civil (ups casei!), sinceramente não sei. Só sei que pela primeira vez desde que me conheço não me tenho sentido absolutamente stressada nem ansiosa. Tenho feito tudo calmamente. Não tenho sentido necessidade de planear nada com muita antecedência como antes, não tenho a cabeça a pensar em 1001 coisas ao mesmo tempo, não me tenho preocupado absolutamente nada com limpezas (limpo o básico apenas e só quando é necessário) e melhor do que tudo partilho todas as tarefas com o marido e delego muitas tarefas! 

Eu sempre tive um problema enorme em delegar, nem é só pela mania de achar que faço as coisas à minha maneira (claro que faço as coisas à minha maneira, cada um faz à sua!), mas nunca gostei de sobrecarregar os outros, sempre pensei “deixa estar, faço eu, não te preocupes”, mas isso tem as suas consequências… chega a uma altura que já não conseguimos fazer mais, em que estamos tão cansadas que já nem o mínimo fazemos bem, depois custa muito reconhecer que não conseguimos fazer e que temos que pedir ajuda para tudo! 

Percebi há já algum tempo que isto tinha que mudar, quer em casa, quer no trabalho. E por incrível que pareça isto foi mudando sem eu perceber bem. Aos poucos fui dizendo como determinada coisa deveria ser feita, fui deixando algo para os outros fazerem e agora sinto-me tão leve!

No trabalho confio inteiramente nos meus colegas, tive 2 semanas de férias e tudo correu bem!

Em casa, o marido faz tudo e confio inteiramente nele (mesmo com o 4 patas, pois eu queria fazer sempre tudo…). Sempre fizemos várias coisas juntos, mas agora é diferente, sinto que somos mesmo uma equipa e sinto que ele me substitui totalmente quando eu não posso fazer algo e isso é tão mas tão bom! É engraçado como já vivemos há tantos anos juntos e há coisas que ainda podem mudar tanto e para melhor!

Destralhei algumas coisas mas ainda continuo a precisar de destralhar muito mais. Pensei que iria fazer isso nas férias, bem como uma limpeza geral a toda a casa (o que já não faço há algum tempo), mas a vida teve outros planos e não fiz nada disso! A Ana de há uns meses atrás sentir-se-ia muito mal com isso, a Ana de hoje sente-se lindamente e pensa “vai-se fazendo, nada de pressas, a casa já está bem como está!”.

Fiz a minha primeira tatuagem, adoro-a! Mas posso dizer-te que foi uma verdadeira aventura e que nunca pensei que o processo de cicatrização custasse tanto. Para mim é muito pior do que a tatuagem em si! Tal vez porque se fala sempre na dor ao fazer mas nunca se fala no depois nem nos cuidados que se tem que ter! Bem, em julho faço outra por isso já sei como será tudo aquilo pelo qual irei passar, pois será igualmente um pouco grande...

Não te posso dizer quais serão os próximos planos para o blog, pois não tenho quaisquer planos! A ideia é mesmo seguir aquilo que me apetecer fazer. Os únicos planos para este ano são mesmo continuar assim pois consegui alcançar algo que nunca pensei ser possível. É incrível como após 3 anos deste estilo de vida minimalista ainda há tantas mudanças! Tenho mais um plano para este ano (este sim um plano mais a sério), vou fazer o curso de instrutora de yoga e não poderia estar mais feliz!

E acho que de novidades é tudo por agora!

Obrigada por continuares desse lado! :)

9 comentários:

  1. Parabéns!!! Pela mudança do estado civil e por teres alcançado o estado de alma que tanto procuravas e precisavas :)
    Vai aparecendo por aqui, se puderes, pois eu gosto de te ter por cá (já te estava a sentir a falta!)
    Beijinhos, boa semana e muitas felicidades para o futuro!!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada Catarina :) Sabe mesmo bem ler comentários assim! Beijinho

      Eliminar
  2. Ohhhh fico tão feliz por ti!!! :) O teu blog é e sempre será uma inspiração e este post não é excepção!
    Obrigada por todas as partilhas. Aguardo noticias!
    Beijinhos, Mariana**

    ResponderEliminar
  3. Já tinha sentido a tua falta por aqui mas ainda bem que foi por bons motivos, que bom que conseguiste essa paz e essa calma e que alcançaste objectivos! :) um beijnho e que o que venha por aí te traga muita coisa boa para manteres essa felicidade de agora :)

    Ah e parabéns pelo casamento! :)

    (Já agora, usaste alguma coisa natural para a cicatrização da tattoo?)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Patrícia!
      Acabei por usar o creme e o gel para lavar da própria loja. Já tinha andado a ler sobre o assunto e vi que muita gente usava simplesmente óleo de côco, mas na altura também vi muitos comentários negativos... Como foi a primeira que fiz e como tenho alergias e alguma dificuldade em cicatrizar achei melhor não arriscar e usar o que foi recomendado (que tem óleo de côco mas em pouca quantidade). Fiquei satisfeita porque achei o creme muito bom e não me fez qualquer alergia, para além da tatuagem ter cicatrizado muito bem. Por acaso vi que não era vegan pois tinha cera de abelha, mas lá está, não sou fundamentalista e desta vez preferi jogar pelo seguro :) Espero depois vir a descobrir outras alternativas! se souberes de algo diz :)
      Beijinho

      Eliminar
    2. Não sei de nada natural :( por isso perguntei,. Ainda nao tenho nenhum tatuagem mas irei fazer um dia, quando o meu marido fez também usámos o convencional bepanthene e até agora também não sei de mais nada. Aloé vera costuma ser bom mas não sei o efeito nas tatuagens.... Se descobrir algo partilho, sim! :)

      Beijinho*

      Eliminar
  4. Em primeiro lugar parabéns pelo casamento e parabéns também por estares a conseguir alcançar o teu objectivo "go slowly". Eu vou ficar sempre aqui à espera dos teus posts :)
    Beijinhos!!!

    (Talvez seja este ano que faço a minha tatuagem)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada!
      Faz mesmo Raquel, aquilo não lembra nada agulhas pelo barulho que faz ehehe por isso basta não olhares. Eu no sitio em que fiz nem conseguia mesmo estar a olhar nem que quisesse.

      Eliminar
  5. Parabéns pelo teu casamento e por estares em plena união com o estilo de vida que tu decidiste abraçar!
    Para mim continuas a ser uma inspiração e como diz a Mariana, e bem, este post é mais um exemplo disso!

    ( Tenho várias tatuagens e concordo inteiramente com o que dizes, a parte da cicatrização é a mais chata!)

    Beijinho grande e tem uma boa semana!

    ResponderEliminar