Leituras da semana

31 dezembro 2014


Segue a última lista do ano.

Não tenho lido muito ultimamente. Aproveitei os últimos dias para descansar e fiz uma pausa de net. Sabe tão bem de vez em quando!

Para finalizar bem o ano deixo-te as minhas últimas leituras:






Venha um novo ano, com novos desafios e muito minimalismo! Desejo-te um bom ano :)

Obrigada!


Um natal minimalista em 2014

19 dezembro 2014




O Natal é aquilo que nós quisermos que ele seja e não aquilo que nos impõem. Para mim o natal significa tempo em família, música de natal e doces (versão saudável e vegan se faz favor!).

Os presentes não fazem parte do nosso natal há muito tempo e a ideia inicial nem partiu de mim (na altura ainda não se ouvia falar de minimalismo). Achávamos que era um desperdício gastar dinheiro em presentes para todos os familiares e começamos a reduzir. Optamos por oferecer apenas às crianças, afinal elas é que poderiam sentir mais falta... Na altura de facto sentiam (outros tempos!), depois começaram a ter tantos presentes só dos pais, que deixou de fazer sentido dar também presentes às crianças. Passamos depois a oferecer presentes apenas à família nuclear de cada um, ou seja, pais e irmãos. Até que há 2 anos, eu combinei com os meus pais, irmã e companheiro e deixamos simplesmente de oferecer presentes, seja de que tipo for! Preferimos a companhia uns dos outros e isso chega-nos! Para quê oferecer presentes numa altura em que toda a gente oferece, em que há confusões em todo o lado, quando podemos fazê-lo em qualquer altura do ano? Noutra altura é totalmente inesperado e tem muito mais piada. Ofereço quando me apetece! E é tão bom não ter que perder tempo com prendas, com idas a lojas e já agora com a idas a jantares que não têm interesse nenhum! 

Este ano perdi a cabeça e comprei uma árvore de natal (sim aquela lá em cima na foto)! Ponderei muito bem esta decisão, pois não queria ter algo arrumado a ocupar espaço e que só iria usar durante pouco mais de um mês num ano. Depois o amigo patudo podia não achar piada nenhuma e estragar, o que era pior ainda. Queríamos comprar algo diferente e muito simples, mas acabamos por não encontrar, tendo optado pela árvore tradicional. Quis apenas fugir das habituais bolas de natal e optei por acessórios diferentes e que não partem. Vimos que a árvore desmontada não ocupava tanto espaço assim e resolvemos arriscar. As luzes são super seguras, também não partem e são a pilhas. Perfeito! Para tapar a base comprei este tapete de imitação de pêlo do Ikea (que sempre adorei!). Mas o 4 patas ainda gostou mais do que eu, pois está sempre lá deitado! É de rir!

Comprei a árvore sobretudo porque o natal este ano vai ser passado em nossa casa, pela primeira vez! Estou super animada! Vou apenas preparar o jantar vegan, que será assado de seitan com batatas e castanhas, pois assim agrada a toda a gente. Teremos que ter também um prato tradicional, mas não será cozinhado por mim felizmente (acho que não saberia fazê-lo nem que quisesse!). Os doces vou encomendar! Tinha pensado em fazer 1001 coisas, mas já sei o que acontece, fico o tempo todo na cozinha e depois fico exausta! Descobri um sítio fantástico que faz sobremesas veganas e biológicas. Vou experimentar! Depois conto como foi!

Acima de tudo nesta época, faz aquilo com que te identificas e aquilo que é importante para ti!

Feliz Natal! :)

Como limpar tapetes de forma ecológica

02 dezembro 2014


Já não tenho muitos tapetes em casa. Tenho 3, um no corredor na entrada, outro no quarto (este quando ficar velho, livro-me mesmo dele) e outro na sala.

O da entrada é onde tiramos os sapatos e digamos que funciona como barreira para todo o lixo que trazemos da rua. Dali os sapatos não passam e pronto.

O da sala é mesmo por uma questão de conforto. Fica em frente ao sofá e com o frio sabe mesmo bem pois torna o ambiente mais quente. 

No entanto, pensei várias vezes em tirá-lo de lá... Com um cão a correr pela sala, o risco de acontecerem acidentes é grande! Ele adora correr em cima do tapete, deitar-se, esticar-se e brincar connosco. Claro que o tapete está um pouco mais sujo do que antes, para além de agarrar grande parte do pêlo que agora voa cá por casa.

Decidi que não ia tirar o tapete. Por isso passei a limpá-lo mais frequentemente, ou seja, quase todas as semanas ou de 2 em 2 semanas.

Então faço assim:

  • Espalho bicarbonato de sódio por todo o tapete;
  • Escovo todas as zonas (uso uma das escovas do aspirador);
  • Deixo assim durante algumas horas ou até durante a noite (assim garanto que não anda ninguém na sala);
  • Depois é só aspirar normalmente. 


O tapete fica como novo! Além do bicarbonato de sódio eliminar todos os cheiros, deixa mesmo o tapete mais limpo. 

Limpar com o bicarbonato de sódio é uma alternativa ecológica, simples, rápida e amiga dos animais. 

Para além de não fazer mal aos nossos animais, ainda mata as pulgas!

E tu como limpas os tapetes?