O que deixei de comprar no supermercado

25 junho 2014


Lembram-se desta lista?

Pois bem, tenho deixado de comprar imensa coisa dessa lista! Tento investir mais no que é essencial, naquilo que faz mesmo falta e que não posso/consigo fazer em casa, preferindo mesmo assim as alternativas mais saudáveis/biológicas. Até aqui se pode perfeitamente aplicar os princípios de uma vida minimalista :)

Então cá vai o que deixei de comprar (porque deixei simplesmente de comer ou porque encontrei alternativas):
  • Açúcar amarelo/mascavado (prefiro usar alternativas mais saudáveis como pasta de tâmaras, xarope de agave/geleia de arroz...)
  • Arroz (diminuí a variedade que comprava, parecendo que não gastava algum dinheiro desnecessário aqui. Prefiro usar arroz integral e branco de vez em quando)
  • Bolachas (faço sempre em casa)
  • Caldo de legumes (reaproveito o caldo de salteados ou a água de cozer ao vapor)
  • Cereais (quando me apetece faço em casa. Espero conseguir fazer o mesmo com as barras de cereais!)
  • Chocolate vegan (também vou fazendo em casa de vez em quando)
  • Enlatados (compro as leguminosas secas e cozinho-as em casa)
  • Iogurtes de soja
  • Maionese s/ovo - já raramente comprava, mas prefiro fazer em casa uma espécie de molho cremoso com abacate e/ou curgete
  • Manteiga/creme vegetal
  • Massas com glúten (prefiro as versões sem glúten)
  • Massas folhadas/quebrar (só compro mesmo se tiver que fazer uma receita muito específica)
  • Natas vegetais (uso muito raramente)
  • Óleos vegetais que comprava no supermercado (só uso óleos prensados a frio, por exemplo óleo de côco e só compro na loja Celeiro-Dieta)
  • Pão ralado (que usava sobretudo para fazer croquetes, panados...) - passei a usar uma mistura com farinha/alho em pó/ervas ou então aproveito o pão seco e trituro-o
  • Pasta de amendoim/sementes de sésamo (faço em casa)
  • Polpa de tomate (também faço em casa, a polpa de tomate biológica era mesmo muito cara)
  • Sal marinho integral (substituí pelo sal dos himalaias - apesar de mais caro compensa bastante - mas uso cada vez menos sal em tudo, prefiro complementar com ervas aromáticas, como salsa por exemplo)
  • Seitan (só porque estou mesmo a tentar reduzir o glúten, se depois sentir falta do seitan - sobretudo porque é muito versátil - volto a comprar)
  • Tostas
  • Vegetais congelados (compro muito poucos agora, prefiro comprar frescos e congelo se necessário)
  • Vinagre balsâmico (prefiro usar limão)

E finalmente (o mais importante) deixei de comprar os meus vegetais num supermercado! Encontrei o sítio ideal, onde compro vegetais biológicos e directamente ao produtor! Portanto não poderia estar mais contente com esta mudança!

Por aqui vou continuar a reduzir mais algumas coisas no supermercado, pois cada vez mais prefiro fazer em casa. O pão será uma das próximas. Já faço muitas vezes em casa, mas compro muitas vezes farinhas com mistura para pão já preparada. Sei que não é nada saudável mas há hábitos mesmo difíceis de mudar!

Vou também começar a anotar as despesas do supermercado em cada categoria, tal como me sugeriu a Raquel, para perceber em quê que gasto mais dinheiro.

E desse lado preocupas-te com as despesas do supermercado? Se sim, tens feito algumas coisas para reduzir?

Já vamos a meio da semana, mas mesmo assim boa semana!

6 comentários:

  1. Olá Ana :)
    Obrigada pela referência! Depois do teu post tenho que repensar na minha lista de compras...sei que consigo reduzir em mais algumas coisas, mas também sei que compro muitas coisas desnecessárias devido ao homem cá de casa, por exemplo: sumos, maionese, chocolates, cerveja, etc...
    Eu também não compro os legumes e a fruta nos supermercados, vou ao mercado que há todas as quartas aqui em Aix-les-Bains.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  2. Ainda quero reduzir em muito as coisas que compro. Tenho tentado cortar o gluten tambem, então faço tapioca de manha e bolo de fubá sem farinha de trigo. Almoço é arroz com feijão, carne. Comoro as frutas numa quitanda e os legumes ganho vários do meu tio. Só não sei se não organicos... :( Mas quero muito começar com a minha horta em casa. Tenho um espaço grande que da pra fazer uma!

    ResponderEliminar
  3. Fiquei curiosa com o molho de courgete como fazes? Também prefiro o abacate à maionese, agora tenho cá um frasco (lá está, não levar o marido às compras!) mas já não comprava à imenso tempo!
    Beijinho*

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vi num dos vídeos da Kristina Carrillo-Bucaram. Basicamente é descascar a curgete (para o molho não ficar verde), juntar sementes de sésamo e sumo de limão e triturar tudo! Fica um molho de cor branca e fica delicioso. Ainda tentei procurar o vídeo mas já não sei qual é. Na altura em que vi experimentei logo a receita e adorei :)
      Beijinho

      Eliminar
  4. Olá Ana, estou surpresa com tanta coisa que já não compras no supermercado Bom exemplo! Será que podes dizer onde comprar os legumes. Pois tb tenho essa dificuldade e como vivo em Matosinhos, o Porto é mesmo ao lado....
    Bjs. Gabriela

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Gabriela, em Matosinhos há o Mercado BIO das 9h00 às 14h00 todos os sábados (Parque Basílio Teles).

      Eliminar