As coisas simples da vida: Música


Não me canso de dizer que as coisas simples são as melhores e a música é uma delas!

E não é preciso muito para ouvirmos música. Está disponível em todo o lado, nos nossos computadores em casa e no trabalho, nos leitores de mp3, nos rádios, nos smartphones. 

A música sempre teve um cantinho especial no meu coração. Lembro-me como se fosse hoje da música que ouvia em miúda e também do que os meus pais ouviam. Lembro-me do 1.º concerto que vi (devia ter uns 4 anos), dos vinis em casa dos meus tios, que como viveram fora, tinham imensas coisas que não havia cá. Lembro-me do walkman gigante que me acompanhava para todo o lado aí a partir dos 13 anos (juro que não sei como conseguia escondê-lo!) e também me lembro de adorar dançar desde pequenina, de como sentia a música e de como ela me fazia sentir…

Cheguei a tocar piano e guitarra mas rapidamente descobri que eu sou mais do lado do ouvinte e menos do músico.

Há fases em que ouço menos música, em que me deixo levar pela correria dos dias, em que no trabalho temos mesmo que falar muito e por isso os phones ficam arrumados ali ao lado a olhar para mim... depois vou para casa e com as tarefas do dia-a-dia, a música acaba por ficar esquecida. Claro que isso depois se reflecte noutras coisas... Afinal não devemos esquecer-nos daquilo que gostamos mesmo, certo?

Felizmente nos últimos dias a música tem-me feito bastante companhia e quero que assim continue. Sem música não sou definitivamente a mesma!

E o que ouço por aqui?

Neste momento ando viciada em:

Junip





The National (a treinar para o concerto que se aproxima :))



alt-J




Jeff Buckley (volta e meia tenho fases em que devoro tudo o que é Jeff)



Tool (o álbum Lateralus será sempre um dos meus álbuns preferidos de sempre)




E desse lado o que se ouve?

créditos imagem | https://unsplash.com

Etiquetas: