Entrevista no Officinalis sobre armário-cápsula

22 março 2017


Hoje estou pelo blog da Cláudia, o Officinalis (que adoro!), a falar de armário-cápsula e de como este conceito simplificou tanto a minha vida :)

Passem por lá!

O projecto Not Just a Bottle

15 março 2017


Quem me acompanha pelo Facebook sabe que estive na loja a granel Maria Granel, em Lisboa, no início de Março.

Fiquei absolutamente maravilhada com a variedade de produtos, a disposição e apresentação dos mesmos, as cores, a loja cheia de gente, as crianças que chegaram com os pais e que estavam também elas já de colher em punho a colocar os produtos nos saquinhos e, claro, a simpatia da equipa "Maria Granel".

Regressei ao Porto de coração cheio e com um maravilhoso presente.

Já se fala em Desperdício zero na cidade do Porto

13 março 2017


No sábado tive oportunidade de ser oradora num debate sobre Gestão de Resíduos, inserido no ciclo de debates "O direito à cidade" a propósito da revisão Plano Director do Porto. Os meus colegas de mesa foram: Elisabete Moura da Quercus (moderadora); Emanuel Monteiro (Lipor) e Madalena Alves (professora e investigadora da Universidade do Minho). A Carmen Lima da Quercus não pode estar presente, então gravou um vídeo que foi apresentado na sessão.

Estes debates foram organizados por várias instituições, entre elas a Associação AMO Portugal, a Quercus e a Ordem dos Arquitectos. 

Podem ver mais informação aqui.

Que bom que é saber que há preocupação em torno destes temas!

Aceitar os limites do nosso corpo

03 março 2017


No mês passado, consultei finalmente uma osteopata por causa dos meus problemas de coluna.

Sempre tive algumas dores de costas e volta e meia passo por alturas mais complicadas, em que ando com dores vários dias seguidos (às vezes semanas).

Claro que são dores suportáveis e portanto sempre fui deixando andar... Com a prática de yoga melhorei imenso e isso foi óptimo. Mas sei perfeitamente que o facto de trabalhar em frente a um computador não me ajuda minimamente e estar sentada muitas horas também não. Lembro-me quando tirei o curso de instrutores de yoga (na Quinta do Anjo em Tomar), em que passamos quase um mês sentados no chão, isto quando não estavamos a praticar yoga... Após regressar ao trabalho não conseguia estar numa cadeira e numa secretária, só me apetecia levantar, alongar e depois sentar-me no chão!

Como comprar e vender roupa em 2ª mão?

01 março 2017

OLX

Desde que comecei a ter um estilo de vida zero waste* que tenho tentado comprar roupa em segunda mão. Tenho ido a lojas específicas (podem ver um guia de lojas aqui) e pesquiso sobretudo na internet, pois é sem dúvida, uma forma fácil e rápida de encontrarmos muita coisa e, sobretudo, de lojas/marcas que já conhecemos.

Uso imenso o OLX, até porque também estou a vender imensa coisa lá. Tenho encontrado imensas coisas giras e já comprei um pouco de tudo.

Então deixo aqui algumas dicas que me têm sido bastante úteis.

Como purificar o ar? Tipos de difusores

27 fevereiro 2017

círculo bio

Já há muito tempo que queria arranjar uma forma de purificar o ar cá em casa!
Temos alergias e por mais que limpe a casa há sempre pó e outras particulas no ar, sobretudo desde que temos uma companhia canina.
Sempre gostei de velas, mas as velas apenas disfarçam o mau cheiro e não purificam o ar.
Finalmente encontrei na Círculo Bio difusores que para além de cumprirem a sua função (purificar o ar) são bonitos, o que para mim é um aspecto super importante.

Antes de comprar pedi ajuda à Círculo Bio, que tem um mail específico de apoio (apoio@circulobio.pt), e rapidamente me responderam com imensa informação.
Felizmente o hiko, o difusor que mais gostava, era o mais indicado!
O hiko é um difusor ultrassónico. Podem ver as explicações mais abaixo sobre os tipos de difusores.

Fashion Revolution: como comprar roupa de forma sustentável?

23 fevereiro 2017


Desde que vi o filme The true cost que muita coisa mudou! Estou decidida a fazer parte do movimento "Fashion Revolution" e vou apenas apoiar marcas que sejas ecológicas e éticas. Já há muito que tinha essa vontade mas a verdade é que com o corre-corre do dia-a-dia vamos optando pelo mais fácil. É certo que já não compro roupa há algum tempo e os meus hábitos de consumo mudaram imenso nos últimos anos, mas continuava a ir às lojas que toda a gente vai, afinal estão em todo o lado, em cada esquina há uma, os preços são acessíveis, a publicidade atractiva (nas últimas colecções o estilo predominante é o minimalismo!), portanto tudo me levava também a comprar nessas lojas. Depois do filme? Não consigo mais! É como se entrasse numa loja e visse as pessoas que estão nas fábricas a trabalhar naquelas condições, a poluição que daí resulta, o mal que os químicos fazem ao ambiente e às pessoas que trabalham e habitam ali perto!